Connect with us

Detido suspeito de divulgar ilegalmente novo álbum de Madonna

Madonna
©Steve Klein via Instagram Madonna

Notícias

Detido suspeito de divulgar ilegalmente novo álbum de Madonna

A polícia israelita deteve um homem de 39 anos, suspeito de ‘hackear’ o computador de Madonna, e divulgar ilegalmente o próximo álbum da cantora, «Rebel Heart». O ‘leak’ aconteceu em Dezembro do ano passado, quando várias canções e demos inacabadas surgiram online.

A detenção foi feita depois de uma investigação com a duração de um mês pela unidade de cibercrime «Lahav 433», de Israel, e uma firma de investigação privada.

Segundo avança o «The Hollywood Reporter», a entidade israelita afirma que o suspeito «invadiu computadores pessoais de vários artistas internacionais durante os últimos meses, e roubou singles finais que ainda não estavam lançados, trocando-os online pelo pagamento de uma taxa».

O comunicado avançou ainda: «À luz das descobertas da investigação, a unidade colaborou com o FBI, sob suspeita de ainda mais invasões a computadores de artistas internacionais desconhecidos, que levaram ao roubo e venda dos seus trabalhos».

A firma privada que investigou o caso diz ter começado o seu trabalho depois de receber uma queixa de Guy Oseary, manager de Madonna, que já tinha dito que o ‘leak’ foi «devastador». A empresa de Tel Aviv terá enviado um agente para Nova Iorque para «verificar o computador pessoal da cantora, confirmando que houve de facto uma invasão através de um computador em Israel».

O roubo das canções foi considerado pela cantora como «uma forma de terrorismo», e «violação artística».

no images were found


Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais em Notícias

Advertisement

Mais Lidas

Advertisement
To Top