Connect with us

Lemm Project – Entrevista e passatempo «Mil Anjos»

Lemm Project e Boss AC
©Divulgação oficial «Mil Anjos»

Notícias

Lemm Project – Entrevista e passatempo «Mil Anjos»

Foi literalmente no início de 2015 que os Lemm Project lançaram o single «Mil Anjos», colaboração com Boss AC. Com a nova música acabada de estrear,  o mentor do projecto, Eddie Lemm, respondeu às perguntas do MYWAY sobre «Mil Anjos», e os encontros que os levaram até Boss AC.

 

Além da entrevista, o MYWAY e os Lemm Project têm cinco packs de CD single «Mil Anjos» + poster para oferecer. Para isso, ser um dos primeiros a dizer o nome de um dos músicos com que Eddie Lemm gostaria de trabalhar para o e-mail: info@myway.pt. A resposta só será válida se incluir: Primeiro e  último nome, e morada. A resposta está na entrevista. Boa sorte!

 

 

MYWAY: Como é que surgiu a inspiração para a canção «Mil Anjos»?

EDDIE LEMM: Gostaria de começar por referir que o autor desta música «Mil Anjos», infelizmente já não se encontra entre nós. Chama-se Ed Sant´Ana. Somos primos direitos, mas na realidade éramos como irmãos. Trabalhámos muitos anos em parceria e temos algumas obras em co-autoria. Este ano faz 10 anos que ele «partiu» para outro plano. Exactamente por esse motivo, fiz questão de ir «repescar» uma das suas muitas músicas e trazê-la até ao grande público. Digamos que é uma homenagem que lhe pretendo fazer ao longo de 2015.

Escolhi esta música porque senti que a mensagem está actual. Fala de paz, amor e de um mundo melhor que precisa desesperadamente de esperança e de um caminho. Uma mensagem optimista e forte que tem tudo a ver com a minha forma de estar e pensar bem como a dos músicos que integram este projecto.

No que diz respeito à inspiração para a música, penso que poderei responder por ele. Enquanto músicos estamos sempre muito atentos ao que nos rodeia. Há uma constante necessidade de contribuirmos para um mundo melhor, e sentimos que é através da música que melhor o podemos fazer. Quanto a esta produção em específico, respeitei a ideia inicial, mas houve naturalmente necessidade de adaptar a sonoridade, arranjos e produção para os dias de hoje, dando-lhe também um cunho muito pessoal. Rescrevi, criei e adaptei mais alguns versos, bem como o convidado especial deste tema, o Boss AC que também deu um forte contributo criando mais letra e fazendo uma interpretação sublime. Sinto que desta forma reforçarmos ainda mais a mensagem que a música tinha e fica uma bonita homenagem e mensagem para 2015. Esperamos tocar as pessoas.

 

Quando se juntam pessoas que têm ideias e ideais comuns, tudo fica mais simples.

 

MYWAY: Como é que decidiram que Boss AC era a voz certa para esta canção?

EL: Foi muito simples. Enquanto produtor e músico, vou seguindo o trabalho de muita gente que anda neste meio, não só músicos, como letristas, produtores, compositores, etc. Quando escolhi esta música já ouvia na minha cabeça a voz do AC a contrastar com a minha e a interpretar o rap. Aproveito ainda para felicitar também o trabalho do TC, Ana Isabel e da Giséla nos coros pois são três cantores fantásticos e que também tiveram um papel importante no resultado final da música. Mais tarde em estúdio enquanto produzia o tema com o Rui Barreto partilhei com ele o meu olhar sobre esta música e o quanto gostaria de contar com a colaboração do AC. Estávamos em sintonia. Contactei o AC, o AC ouviu a música, gostou e tudo aconteceu de forma muito natural, espontânea e genuína. Estou muito feliz com esta colaboração e penso que é reciproco. Quando se juntam pessoas que têm ideias e ideais comuns, tudo fica mais simples. Admiro-o muito, profissional e pessoalmente.

 

MYWAY: O tema foi lançado às 00h01 do dia 1 de Janeiro de 2015. Foi uma forma de lançar um novo ciclo na vida do projecto?

EL: No que diz respeito às 00h01 de 1 de Janeiro de 2015 prende-se com o facto de eu querer que a música fosse lançada no ano em que fez 10 anos sobre o desaparecimento do meu querido primo Ed Sant´Ana. Quanto ao novo ciclo, não diria propriamente que foi uma forma de lançar um novo ciclo na vida do projecto, digamos que é mais uma continuidade, mas aproveitando naturalmente o factor psicológico de entrarmos no novo ano. Com a entrada em 2015 há uma vontade renovada de querer continuar com muita energia positiva, muita vontade de querer fazer cada vez mais e melhor, muita vontade de querer chegar ainda a mais gente, mais e novos desafios para alcançar, enfim, muita vontade de VIVER este ano de 2015 que nos trará certamente à semelhança de 2013 e 2014 muitas coisas boas!

 

MYWAY: A Lusofonia é uma componente forte deste Lemm Project, e vocês já deram alguns concertos por Angola, ou Cabo Verde. Pretendem continuar nessa demanda?

EL: Sim, há uma forte vontade de percorrer todos os países da Lusofonia, bem como Goa e Macau, mas sem esquecer nunca o ponto de partida, Portugal. A divulgação do projecto tem acontecido de forma sustentada e nas duas frentes (nacional e internacional). Na segunda metade de 2013 percorremos o país de norte a sul em showcases para nos darmos a conhecer e desta forma sentir o pulso ao projecto. Passámos por Braga, Guimarães, Porto, Gaia, Coimbra, Viseu, Leiria, Lisboa, Almada, até ao Algarve. Em 2014 o 1.º espectáculo/apresentação oficial com todo o alinhamento e alguns dos convidados realizou-se a 8 de Fevereiro no Auditório do Museu do Oriente em Lisboa, onde tivemos casa cheia. Em seguida também passámos pelo Teatro Garcia de Resende em Évora, Setúbal, Campo-Maior… No plano internacional, houve a possibilidade de levar a nossa música até São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Brasil, Angola, mas nestes casos numa perspectiva mais de divulgação ao nível das rádios, tv´s e alguma imprensa. Até ao momento não houve a possibilidade de levar o espectáculo fora de portas, mas estamos a trabalhar para que esta vontade se torne real já em 2015. Este ano há uma forte possibilidade de ir até Moçambique e Macau. Vamos ver!

 

MYWAY: O single «Mil Anjos» antecipa um novo álbum?

EL: O nosso primeiro álbum de Lemm Project «Encontros» foi lançado ainda recentemente, em meados de 2014,  portanto neste momento ainda é muito cedo para lançar um novo álbum quando ainda estamos a dar a conhecer este primeiro CD e espectáculo. O que fez muito sentido foi concretizar mais este «Encontro» com o AC numa nova música. Brevemente iremos fazer a reedição do álbum «Encontros» e incluir esta música.

 

MYWAY: Sendo que este projecto reflecte a «vontade do seu mentor Eddie Lemm em partilhar o palco e sonoridades com músicos», já têm a próxima colaboração pensada?

EL: Neste momento, confesso que embora já tenha algumas músicas quase concluídas e a aguardar novas colaborações, ainda não falei com mais ninguém. Não por falta de oportunidade, mas porque não gosto de apressar os acontecimentos. Gosto de fazer as coisas no tempo certo e em verdade. Quando convido alguém tem que fazer mesmo muito sentido. Por outro lado sinto que ainda há alguma estrada a fazer com os convidados que emprestaram com tanto carinho, amizade, consideração e profissionalismo o seu talento a Lemm Project. Para já penso que ainda não é a altura certa. De qualquer forma há naturalmente muitos músicos que admiro e com quem espero vir a gravar e partilhar o palco…vamos ver!

 

MYWAY: Se pudessem escolher, com quem partilhariam o palco?

EL: Esta pergunta não é fácil! (risos) Há muitos músicos que admiro, tanto no plano nacional como internacional e de diversos estilos e influências. Ao longo dos últimos anos tenho estado sempre muito envolvido na parte da Produção, tanto em estúdio como ao vivo, e portanto, adoro fusão, tudo o que seja misturar estilos, influências, cores, pessoas, artes, tenho muitas ideias. Adoro Flamenco, música étnica, jazz, pop, rock, hip-hop, trip-hop, até mesmo dance, electrónica, tradicional… Gosto de música e ponto. Não tenho preconceitos. Felizmente já tive a possibilidade de colaborar com alguns músicos em palco, outros em estúdio, mas há alguns que ainda desejo muito poder vir a partilhar o palco. Quem sabe um dia. Eminem, Portishead, Linkin Park, Gabriel o Pensador, Lenine, entre outros.


Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais em Notícias

Advertisement

Mais Lidas

Advertisement
To Top